Conteudo Principal
Educação Ambiental para Todos


Com o acompanhamento técnico do INR – Instituto Nacional para a Reabilitação, I.P., do Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, apresentamos informação acessível a pessoas com deficiência, pretendendo sensibilizar a comunidade para a necessidade de fazer chegar a informação a todos e contribuir para uma sociedade mais inclusiva.

O projeto conta com a parceria da ACAPO - Associação dos Cegos e Amblíopes de Portugal, do SERVIIN - Portal do Cidadão Surdo e da APCB – Associação de Paralisia Cerebral de Braga. 

A EPAL conta também com a Fundação LIGA, a APCL - Associação de Paralisia Cerebral de Lisboa e a CERCI Lisboa, para a partilha e divulgação desta iniciativa.
 


Ciclos da Água
 

ciclo da água

Legenda da imagem: Ilustração onde se encontra uma paisagem verde dividida em duas imagens. À esquerda está uma barragem a partir da qual é extraída a água que é canalizada para uma Estação de Tratamento de Água e à direita encontra-se um bairro de apartamentos ligados por uma canalização que se dirige a uma Estação de Tratamento de Águas Residuais, a qual, por sua vez, devolve a água tratada a uma massa de água que segue num rio que vai atravessar uma floresta.


A Água que encontramos na Natureza está em constante movimento e é um recurso escasso e finito.

Vamos conhecer os Ciclos Natural e Urbano da Água.

Ciclo Natural da Água

Este Ciclo, também conhecido por Ciclo Hidrológico, é o movimento que a água faz na Natureza. É um movimento infinito e circular.


ciclo da águaLegenda da imagem: Ilustração que mostra as etapas do Ciclo Natural da Água, contemplando uma paisagem dividida entre as montanhas, uma planície e uma massa de água. Na superfície das massas de água - rios, lagos e oceanos – ocorre a evapotranspiração da água que, chegando à atmosfera, condensa criando as nuvens. Nas montanhas a precipitação toma a forma de neve ou granizo e na planície, toma a forma de chuva. Esta infiltra-se depois na terra, dando origem aos lençóis freáticos ou águas subterrâneas, ou segue à superfície, escoando até aos rios, lagos e oceanos. Este processo é detalhado seguidamente.


PROCESSO

A evaporação é um fenómeno que ocorre quando as águas superficiais dos rios, lagos e oceanos, por ação do sol, passam do estado líquido para o estado gasoso, deslocando-se da superfície terrestre para a atmosfera.

Posteriormente, a acumulação de pequenas gotículas na atmosfera dá origem à condensação, criando as nuvens. A precipitação, por sua vez, dá-se quando a condensação se adensa e é acompanhada de correntes de ar frias, provocando a queda de água.

Em terras altas a água passa do estado gasoso para o estado sólido, cobrindo a superfície por um manto branco, a que chamamos neve. Em zonas de menor elevação, toma a forma de estado líquido e é designada por chuva.

Quando há precipitação, a água toma o seu curso e infiltra-se na terra, dando origem aos lençóis freáticos ou águas subterrâneas, ou segue à superfície, escoando até aos rios, lagos e oceanos.

Por ser um movimento circular e infinito, está em constante repetição e movimento, alterando o seu estado de acordo com o espaço onde se encontra. 

IMPORTÂNCIA

O ciclo da água é essencial à vida na Terra pois permite a sua renovação, assim como a renovação da biodiversidade. É através do Ciclo Hidrológico que ocorrem a variação climática, a criação de condições para a vida do Homem, das plantas e dos outros animais, a purificação e circulação de água nos rios, lagos e oceanos.

São os três reservatórios naturais – oceanos, continentes e atmosfera – que ao manterem entre si a circulação permanente da água permitem que esta mude de lugar e de estado físico vezes sem conta. A este fenómeno dá-se o nome de Ciclo Natural da Água ou Ciclo Hidrológico da Água.
 

Ciclo Urbano da Água

ciclo urbano da águaLegenda da imagem: Ilustração que mostra as etapas do Ciclo Urbano da Água, contemplando uma paisagem dividida entre as montanhas, uma planície onde se encontra uma massa de água e depois uma urbanização. A ilustração mostra uma barragem onde é feita a captação de água que é encaminhada a uma Estação de Tratamento de Água, indo depois para os reservatórios e distribuída, através de condutas, às fábricas e casas. Depois de usada, a água residual (ou esgoto) é enviada para a Estação de Tratamento de Águas Residuais, sendo depois devolvida a uma massa de água. Este processo é detalhado seguidamente.

PROCESSO

Enquanto o Ciclo Natural da Água acontece de forma natural e espontânea, o Ciclo Urbano da Água pressupõe a ação do Homem em cada fase do percurso que esta faz. Este movimento é também contínuo mas porque o Homem assim o entende.

A primeira fase deste ciclo chama-se captação. A água é captada nos rios, albufeiras ou até mesmo, nos lençóis de água subterrâneos. Esta água é designada de água bruta e a mesma, será encaminhada até uma Estação de Tratamento de Água - ETA, onde passará por várias fases de tratamento de forma a prepará-la para o consumo humano.

Em cada fase de tratamento são realizadas várias análises de controlo de processo à água, de forma a verificar se esta respeita os parâmetros impostos por Lei ou se é necessário algum ajuste ao tratamento.

Já tratada, a água é transportada para os reservatórios e distribuída, através de condutas, aos locais de consumo. É por esta razão que temos água em quantidade e qualidade nas nossas casas, escolas, locais de trabalho…

Depois de usada, a água que escorre para os canos passa a designar-se água residual e precisa ser tratada antes de ser devolvida ao meio hídrico e entrar novamente no ciclo natural da água. É, por isso, encaminhada até uma Estação de Tratamento de Águas Residuais - ETAR, local onde é tratada e garantida a sua qualidade para que não contamine o meio recetor nem comprometa a saúde pública.

IMPORTÂNCIA

É através do Ciclo Urbano da Água que é possível garantir o abastecimento de água potável às populações, em quantidade e qualidade, para os diferentes usos que fazemos no nosso dia-a-dia.

Por outro lado, é através do tratamento de águas residuais que é garantida a preservação dos meios hídricos. Ao ser garantida a segurança e qualidade da água que é restituída, estamos a preservar o Ambiente, a biodiversidade e também a água que volta ao seu Ciclo Natural.
 

ciclos da água lingua gestual




Legenda da imagem: 
Vídeo dos Ciclos da Água em Língua Gestual Portuguesa. Clique para aceder





ciclos da água pictográfico



Legenda da imagem: Ciclos da Água em escrita pictográfica. Clique aqui para aceder







O PLANETA É A NOSSA CASA 

É a mais recente edição lançada pela EPAL no dia Mundial das Abelhas, dirigida especialmente ao público mais jovem.

A sua principal personagem é a abelha Bé que tem por missão promover e sensibilizar para a importância das boas práticas na proteção e defesa do meio ambiente no sentido de reduzir as ameaças permanentes ao nosso Planeta.

Para além dos conselhos da abelha Bé o livro inclui vários jogos divertidos para fazer em família e assim todos aprenderem os melhores gestos para cuidar do Planeta que é a nossa casa. 
 

planeta a nossa casa lingua gestual




Legenda da imagem: Vídeo do livro “O Planeta é a nossa casa” em Língua Gestual Portuguesa
Clique aqui para aceder












planeta é a nossa casa


Legenda da imagem: Livro “O Planeta é a nossa casa” em escrita pictográfica.

Clique aqui para aceder



Subscreva a Newsletter "Água na Rede"

Tem de escolher a Newsletter que pretende subscrever
Clique aqui para mais EPAL
Clique aqui para esconder MENU