Conteudo Principal
Amostragem
A Direção de Laboratórios e Controlo da Qualidade da Água está acreditada segundo a norma NP EN ISO/IEC 17025 - “Requisitos gerais de competência para laboratórios de ensaio e calibração”, para a colheita, preservação e transporte de amostras de água para consumo humano e águas naturais destinadas à produção de águas para consumo humano.

Estas operações são efetuadas por técnicos da Área de Planeamento, amostragem e Tratamento de Dados, devidamente formados e qualificados para o efeito. Todos os tipos de água são suscetíveis de sofrer modificações, em maior ou menor escala, em consequência de fenómenos físicos, químicos ou biológicos, que podem ocorrer no período entre o momento em que é feita a colheita da amostra de água e o momento em que é desenvolvido o ensaio no laboratório.

Estas modificações estão associadas à natureza química e biológica da amostra, à eventual exposição das amostras à luz, à natureza do recipiente de colheita, à temperatura, etc. e poderão condicionar os resultados analíticos finais bem como a sua interpretação. A colheita e as técnicas de preservação, transporte e manipulação de amostras de água para ensaio são, assim, operações que envolvem cuidados especiais por forma a minimizar estas alterações.

A amostragem, conservação, transporte e manipulação das amostras seguem escrupulosamente os requisitos técnicos preconizados nos referenciais normativos aplicáveis a esta atividade.

Subscreva a Newsletter "Água na Rede"

Tem de escolher a Newsletter que pretende subscrever
Clique aqui para mais EPAL
Clique aqui para esconder MENU