Conteudo Principal
Responsabilidades
No esquema das responsabilidades pode visualizar a caracterização técnica das canalizações e dispositivos referentes ao fornecimento de água, bem como a responsabilidade de conservação e manutenção atribuída.

Responsabilidade do Proprietário/Inquilino

1. Rede Predial de Distribuição Domiciliária

Canalizações e dispositivos de utilização (ex. torneiras e autoclismo) situados no interior da habitação.

2. Contador

A | Instalação em Caixa
B | Instalação em Bateria

O local onde o contador ou a bateria de contadores se encontram instalados inclui também a respetiva canalização de ligação, assim como a(s) torneira(s) de segurança (válvulas de seccionamento).

3. Ramal Domiciliário

Canalização existente entre a coluna do prédio e a habitação.

4. Torneiras

A | Torneira de Escada (válvula tipo “olho-de-boi”): regula o fornecimento de água à habitação que deve estar acessível e em condições de ser manobrada pela EPAL
B | Torneira de Segurança: válvula que regula o fornecimento de água à habitação

5. Coluna

A | Coluna do Prédio: abastece várias habitações
B | Coluna Individual: abastece uma só habitação

Canalização que acompanha o desenvolvimento vertical ou horizontal de um prédio e onde se iniciam os ramais domiciliários.

Atenção

As canalizações e os dispositivos de utilização da rede predial de distribuição domiciliária estão sob a responsabilidade dos seus proprietários/inquilinos. É da sua competência e atribuição, a conservação e manutenção dos mesmos, de forma a prevenir eventuais fugas bem como problemas de qualidade da água ao nível das redes prediais.

Responsabilidade do Regimento de Sapadores Bombeiros (RSB)

1. Boca-de-incêndio ou Marco de Incêndio

Dispositivo que funciona como tomada de água para utilizar em caso de incêndio.

2. Ramal de Ligação para abastecimento do Marco de Incêndio

A responsabilidade da manutenção da Boca de Incêndio e/ou Marco de Incêndio pertencem à Câmara Municipal de Lisboa através do Regimento de Sapadores Bombeiros.

Responsabilidade da EPAL (manutenção)

1. Ramal de Ligação

Canalização que liga a Rede Geral de Distribuição à rede predial, para serviço de uma propriedade, ou a Bocas-de-incêndio e Marcos de Incêndio.

2. Torneira de Suspensão do Ramal

Válvula que regula o fornecimento de água ao prédio, que deve estar acessível e em condições de ser manobrada pela EPAL.

3. Rede Geral da EPAL

Sistema de canalizações, órgãos e equipamentos instalados na via pública.

Nota | A responsabilidade da EPAL termina no ponto de ligação (ponto de encontro entre a Rede Geral da EPAL e a Rede Predial a qual deve coincidir com o limite de propriedade, no caso de pátios, o limite de propriedade é na entrada dos mesmos).

Subscreva a Newsletter "Água na Rede"

Tem de escolher a Newsletter que pretende subscrever
Clique aqui para mais EPAL
Clique aqui para esconder MENU