Conteudo Principal
Desenvolvimentos e Resultados

Gestão Florestal e promoção da Biodiversidade

Gestão Florestal e promoção da Biodiversidade Ações de demonstração de técnicas de gestão de matos

Realizados ensaios de desmatação e fogo controlado em 4 parcelas de terreno florestal, na aldeia do Mato, em Abrantes, que consistiram no corte de esteva com métodos motomanuais e mecânicos e posterior secagem e queima dos resíduos resultantes.

Em Vale da Lage, concelho de Tomar, foram, também, realizados ensaios de desmatação motomanual de esteva em 4 parcelas, com preservação das espécies auctótones – alecrim, rosmaninho e medronheiro – existentes nas parcelas tratadas.

Estas ações pretenderam demonstrar o tipo de intervenções e soluções possíveis para a gestão específica dos estevais, redução do risco de propagação dos incêndios florestais e da erosão.

Monitorização das áreas intervencionadas

Procedeu-se à observação das alterações na vegetação das áreas submetidas às técnicas de gestão de combustível comparando os índices da diversidade florística destas e das áreas não intervencionadas, estando a decorrer o período de avaliação dos resultados obtidos através destas práticas.

Em paralelo foram definidos os cuidados a observar para minimizar os impactos associados ao uso do fogo, designadamente ao nível da qualidade da água e da erosão dos solos.

Programa de Gestão Florestal

Elaboração de um programa de Gestão Florestal de fácil aplicação pelos proprietários de terrenos localizados na área da bacia da Albufeira de Castelo do Bode, no âmbito do Projeto de Gestão Florestal e em concordância com as orientações dos Planos Regionais de Ordenamento Florestal (PROF).

Manual de Boas práticas no pós-fogo

Destinado aos proprietários e público em geral apresenta os meios e as técnicas a utilizar, imediatamente após a situação de incêndio, para prevenir a erosão dos solos nas áreas ardidas.

Monitorização da qualidade da água da albufeira

Monitorização da qualidade da água da albufeiraPlano de Monitorização da influência da unidade hidrológica na qualidade da água

As campanhas de monitorização tiveram início em julho de 2008, nas duas margens da albufeira e abrangeram 5 locais - A - Foz de Alge, B - Fernandaires, C - Bairradinha, D - Água das Casas e E – Barreiras.

Os resultados das análises, realizadas no Laboratorial de Asseiceira, evidenciaram que a qualidade da água da albufeira é influenciada pelo solo das bacias destas linhas de água.

Caraterização das linhas de água afluentes da Albufeira de Castelo do Bode e monitorização da qualidade da água

Foram identificadas e caraterizadas 5 ribeiras afluentes da albufeira:
  • Ribeira de Alges
  • Ribeira da Sertã
  • Ribeira de Codes
  • Ribeira da Brunheta
  • Ribeira da Aldeia do Mato
Nestas ribeiras têm sido realizadas campanhas de monitorização da qualidade da água, desde 2009.

Os resultados obtidos nas análises Químicas, Microbiológicas e Biológicas permitiram uma avaliação e caraterização da qualidade da água transportada por estas ribeiras para a albufeira de Castelo do Bode, bem como o levantamento e identificação de potenciais riscos de degradação da água, que deverão constituir um alerta para a tomada de medidas corretivas.

Sensibilização ambiental e divulgação

Sensibilização ambiental e divulgação O questionário de caracterização ambiental, Olhar Atento, permite através da observação fazer a recolha e registo de dados da área em análise. O seu principal objetivo é o levantamento ambiental da situação geral da bacia hidrográfica afluente da Albufeira, alertando para eventuais riscos de degradação. É, também, um meio de comunicação entre os utentes dos espaços e as entidades gestoras desses espaços.

Esta ação de sensibilização ambiental, conta com a participação das escolas, em particular, e de outros públicos em geral.

Com o objetivo de divulgar o projeto Nascentes para a Vida junto da comunidade foram vários os eventos onde estivemos presentes:
  • Participação no Green Festival (2009)
  • Dia Mundial do Ambiente no Parque Ambiental de Abrantes (2010)
  • Realização de diversos seminários internos e externos (2009 – 2011)
    • 1º Workshop Projecto Nascentes para a Vida
    • 2º Workshop Projecto Nascentes para a Vida
  • Participação na IV Semana da Floresta promovida pelo Município de Figueiró dos Vinhos (2011)
  • Seminário Água e Floresta organizado pelo Município de Tomar (2011)
  • Ação de divulgação do projeto Nascentes para a Vida e do Olhar Atento para as escolas do município de Abrantes (2011)

Comissão de Acompanhamento

Foi constituída uma Comissão de Acompanhamento para o projeto Nascentes para a Vida por acordo assinado entre os municípios de Abrantes, Ferreira do Zêzere, Figueiró dos Vinhos, Sardoal, Sertã, Vila de Rei e Tomar, a EPAL, o ICNB, o GEOTA e a APENA.

Esta Comissão constitui um elo de ligação entre os diversos grupos de utilizadores da área envolvente da Albufeira de Castelo do Bode, desempenhando um importante papel na promoção e divulgação de ações de sensibilização ambiental, junto dos públicos locais.

Subscreva a Newsletter "Água na Rede"

Tem de escolher a Newsletter que pretende subscrever
Clique aqui para mais EPAL
Clique aqui para esconder MENU